As relações intra e interpessoais, a interculturalidade e os valores humanos são os predicados principais que enquadram o Ano Letivo 2020/2021 do Colégio José Álvaro Vidal. “Diversidade: Construir Conexões para Crescer” é o tema de fundo deste ano escolar tão atípico, que procura ter a abrangência necessária para servir vários âmbitos e contextos, tal como se esperava numa Escola multidisciplinar e com valências tão distintas. 

Procura-se “consciencializar as novas gerações para a necessidade de mudança, em função das aprendizagens feitas com os erros assumidos pelos seus antecedentes”. Isto porque, “fruto das experiências vivenciadas, estamos ainda mais aptos” na resposta aos desafios impostos na “nossa Oferta Educativa”. Explicou-o Pedro Oliveira, Diretor do Colégio José Álvaro Vidal, acreditando na urgência de “refletir e agir”.

Procura-se consciencializar as novas gerações para a necessidade de mudança, em função das aprendizagens feitas com os erros assumidos pelos seus antecedentes. O alarme está a tocar.

Mudar paradigmas sobre “o nosso ‘eu’ individual e o seu impacto no ‘eu’ coletivo” é um dos principais objetivos do trabalho que está a ser realizado no Colégio, de modo a “proteger o ecossistema social”. Porque, acima de tudo, “urge salvar o planeta”, a espécie humana e “os seus valores”.

“Cultivar a virtude” para que seja “um ano de mudança”

O alarme está a tocar. Se a diversidade das espécies é fundamental para a sustentabilidade do planeta, “a diversidade de ambientes é essencial para a vida humana na terra” e a diversidade social, essa, garante “o equilíbrio e respeito nas relações”.

Durante este Ano Letivo, pretende-se “cultivar a virtude, disposição constante do espírito que nos induz a exercer o bem e a evitar o mal”. Espera-se “um ano de mudança”, reforçou o Diretor. Já está a ser um ano de mudança e nada permanecerá igual. O alarme continua a tocar.



VOLTAR