Mais de meia centena de alunos do Colégio José Álvaro Vidal assinalaram a conclusão de mais um Ciclo Escolar durante o mês de junho. No total, foram 67 estudantes a despedir-se da Fundação CEBI depois de completarem, com sucesso, o 9º ano de escolaridade. A etapa foi assinalada com o tradicional Jantar de Finalistas, que decorreu, este ano, pela primeira vez no Oceanário de Lisboa. No dia 24 de junho, todos partilharam o desejo de continuar a “construir identidades fortes”.

Durante a iniciativa, onde não faltaram surpresas para todos os participantes, estiveram presentes os familiares diretos dos finalistas, elementos da Administração da Fundação CEBI e da Direção e Coordenação do Colégio José Álvaro Vidal num “vasto grupo de profissionais de educação que acompanhou o desenvolvimento pessoal e escolar de cada aluno”. Todos acompanharam, com visível apreço, a conclusão de uma importante etapa escolar, estando cientes que “o desenvolvimento de cada aluno não depende do trabalho solidário de cada um, mas é resultante de uma multiplicidade de vetores”. 

Uma noite de celebração, de novas responsabilidades e de transições

Os finalistas foram os primeiros a discursar durante o jantar, recordando “com carinho as brincadeiras do Pré-escolar, os primeiros textos e contas do 1º ciclo, a autonomia conquistada no 2º e as crises de adolescência que se seguiram”.

Todos concordaram que os anos passados no Colégio da CEBI proporcionaram muito mais do que “testes, trabalhos de casa e exames”, isto porque, na Fundação abriram-se um conjunto de oportunidades artísticas, muitas delas em regime extracurricular: “tivemos oportunidade de aprender em áreas como a Música, a Dança e o Teatro”. 

Seguiram-se as intervenções de Ana Maria Lima, Presidente do Conselho de Administração, e de António Castanho, Diretor do CJAV. Ambos concordaram que a noite era “de celebração” e simbolizava principalmente um momento de transição na vida dos finalistas – “a partir daqui vão ter que fazer ainda mais escolhas para as vossas vidas, sem ‘guarda-chuvas’ e com cada vez menos proteção. O que nós desejamos é que as vossas opções sejam sempre tomadas com responsabilidade e que saibam que têm sempre a Fundação perto de vocês”.

Sonhos, objetivos e desafios para continuar a “Construir Identidades”

A noite não terminou sem a habitual entrega do Livro de Finalistas, um projeto com a “marca CEBI”, este ano nomeado “Construir Identidades”, onde o percurso escolar de cada aluno ficou para sempre registado. 

À sua breve história de vida, os finalistas escrevinharam sonhos, objetivos e desafios – dos mais normais aos mais exuberantes, dos mais fáceis aos que requerem mais esforço. Todos, sem exceção, compilados numa espécie de diário conjunto, onde o Diretor do Colégio da CEBI confessou “acreditar plenamente nas suas capacidades”.
 



VOLTAR