A adolescência caracteriza-se por uma etapa de alterações físicas, psicológicas, cognitivas, sociais e emocionais. É um período muito importante na vida do indivíduo e merece um acompanhamento próximo e uma especial atenção ao processo de construção da identidade, à relação com os outros e com o meio envolvente. 

Nesta etapa, o adolescente depara-se com uma série de escolhas que impactam no seu futuro académico e profissional. Uma reflexão e escolha do percurso formativo, atividade profissional, e em simultâneo a definição de um estilo de vida, rotina e ambiente.

Decisões não só sobre o que quer fazer, mas o que quer ser e como se quer ser. Assim, é natural que nesta fase surjam dúvidas, conflitos e ansiedade.

A decisão académica

Este processo reflexivo de autoconhecimento engloba determinantes psicológicos que, de uma forma dinâmica, influenciam a escolha vocacional: maturidade vocacional, inteligência (cognitiva e emocional), interesse, valores, necessidades, traços de personalidade e auto-conceito.

Torna-se crucial que este processo de tomada de decisão seja consolidado com informações sobre as aptidões e interesses pessoais, as opções disponibilizadas pelas instituições de ensino, formação e as vantagens e desvantagens que cada percurso acarreta.

Os momentos de decisão académica mais importantes surgem no final do 9º ano de escolaridade – quando o jovem tem de escolher a sua via de continuação de estudos (Ciências e Tecnologias, Ciências Socioeconómicas, Línguas e Humanidade ou Artes Visuais) ou via profissionalizante de dupla certificação – e após a conclusão do 12º ano – ao escolher o seu percurso académico e/ou profissional.

O Programa de Orientação Vocacional do Colégio

Consciente das variáveis implícitas neste processo de tomada de decisão, o Colégio José Álvaro Vidal disponibiliza aos alunos de 9.º e 12.º ano de escolaridade, através dos Serviços de Psicologia Educacional (SPE), a oferta de um Programa de Orientação Vocacional adequado a cada uma das etapas mencionadas.

Itinera no seu significado etimológico de caminho,  foi o nome escolhido para os programas que têm como principal objetivo apoiar os alunos do Colégio no processo de análise e reflexão, desenvolvendo competências de autoconhecimento com vista à tomada de decisão face às escolhas dos percursos formativos no prosseguimento de estudos e ainda no planeamento da carreira. A participação dos alunos é voluntária, sujeitos a consentimento do Encarregado de Educação.

O programa ITINERA-IX, destinado aos alunos do 9.º ano de escolaridade, é constituído por uma entrevista inicial individual, sessões em grupo com periodicidade semanal (avaliação dos interesses/preferências profissionais e das competências/aptidões nas diversas áreas do raciocínio, e organização do sistema educativo português), sessão individual com aluno para apresentação e análise dos resultados, bem como, reflexão acerca das possíveis escolhas para o prosseguimento de estudos no ensino secundário. O respetivo programa culmina com a realização de uma reunião final, com o aluno e encarregado de educação, para análise conjunta do respetivo relatório.

O programa ITINERA - XII, destinado aos alunos do 12.º ano de escolaridade, é composto por entrevistas individuais e sessões em grupo. As sessões em grupo são um espaço privilegiado de partilha e debate de ideias quanto às possíveis escolhas dos aspetos inerentes ao acesso ao ensino superior (exploração de interesses, aptidões, valores e características individuais, bem como de informações acerca dos cursos, exames, médias, etc.).

Importa referir que o processo não é estanque, ou seja, ao escolher determinada área de estudos/formação no 9º ano, todo o percurso que o jovem fizer até à entrada no mundo profissional irá consolidar essa primeira escolha ou mudá-la.

Não há um caminho certo, mas é sempre um caminho individual e único.



VOLTAR