Uma “sementinha desejosa de conhecer o mundo” deu um novo significado ao “espetáculo da vida” que foi representado, a 21 de dezembro, no Centro de Recursos da Ericeira (CRE). O percurso que daí nasceu, feito por um “caminho único e sublime” que a todos era “familiar, comum e intemporal”, deu o mote para a Festa de Natal, à qual assistiram dezenas de familiares e amigos dos utentes do CRE.

O “ser que procurou a luz” e que despertou em todos à sua volta “o toque, a descoberta, os afetos e as teias de relações” deu sentido à viagem dramatizada pelas crianças da Creche e do Pré-escolar, em conjunto com os Idosos do Lar e com as mães da Comunidade de Inserção. Juntos, todos relembraram o verdadeiro sentido da frase: “a partir do dia em que te conheci, já te amava desde sempre”.

Festa de Natal recheada de valores e princípios

A história representada, que foi vivida “intensamente com a entrega da alma, num compasso fluido, dinâmico e vibrante”, desenrolou-se “pelo tempo, numa viagem pelo presente, pelo passado e pelo futuro”. Conscientes de que “mesmo que não se vislumbre o que se quer alcançar”, o tempo “não se pode parar”, os protagonistas da viagem aceitaram a “construção e desconstrução” de aprendizagens, de trilhos, de escolhas e de “encontros e desencontros”.

Honório Vieira abriu a festividade, agradecendo “a confiança que todos têm depositado na CEBI” e admitindo que a atividade, apesar de “simples e modesta”, estava recheada de “valores e princípios que nos devem reger durante toda a nossa vida”. O Diretor-geral da Fundação CEBI relembrou ainda a importância da partilha durante a Época Natalícia – “esta é uma festa da vida que deve ser compartilhada entre todos”.



VOLTAR