A Fundação Calouste Gulbenkian desafiou alunos e Professores do 1º e do 2º ciclo para a criação de uma narrativa única, da respetiva ilustração e da construção de um Livro propriamente dito. A Associação para a Gestão da Cópia Privada (AGECOP) juntou-se à iniciativa, garantindo que as obras originais “são tratadas como criações intelectuais exteriorizadas, merecedoras de reconhecimento” e, por essa razão, protegidas “nos termos previstos no Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos”.

Nas duas primeiras edições, o “Pequeno Grande ©” recebeu 750 obras, provenientes de 600 Escolas nacionais, envolvendo mais de 14 mil alunos na construção de um Livro de Autor. Na terceira edição do Projeto, que assumiu a forma de Concurso, os alunos do Colégio José Álvaro Vidal juntaram-se aos participantes, sensibilizando “para a importância de explorar a imaginação e a singularidade de cada um e de as expressar através da criação de uma obra original”.

Duas turmas, dois Livros de Autor

“Incutir desde a mais tenra idade o respeito pelo trabalho criativo como valor fundamental de cidadania” e educar e sensibilizar “para a criatividade, criação artística, bem como para a autoria de modo geral” são os principais objetivos do Projeto Educativo, a que as turmas do 1ºA e do 5ºD da CEBI aderiram.

“Um mundo incrível” e “O mendigo misterioso” foram as obras originais produzidas – ambas com um enredo e com personagens pensadas inteiramente em Contexto Escolar, desenvolvendo competências nas áreas do Português e das Artes Visuais.

A interdisciplinaridade foi complementada com o trabalho desenvolvido, em paralelo, na Sala de Aula menos convencional do Colégio da CEBI. Auxiliadas pela Educadora de Infância Carla Valente, as turmas participantes encontraram no Atelier Artístico o espaço ideal para dar asas à imaginação. E criar.

Atelier Artístico assume-se como espaço de experimentação

Criado em 2014 para desmontar preconceitos limitativos à criatividade plástica, proporcionando tempos de experimentação artística e cultivando o gosto pela arte e pela crítica criativa, o Atelier Artístico do Colégio José Álvaro Vidal recebe diariamente dezenas de alunos, que procuram sair da sua zona de conforto e construir.

O espaço, distinto, forrado com paredes de ardósia, assume-se como um local de aprendizagem, de cultura, de dinâmica de cooperação, de coautoria na criação, de trocas e partilhas. O ambiente, intimista e acolhedor, proporciona uma relação de grande proximidade entre os pequenos “artistas” e materiais.



VOLTAR