Os alunos do Colégio José Álvaro Vidal (CJAV) foram os grandes protagonistas da cerimónia que marcou a Abertura Oficial do Ano Escolar 2015/2016. Presidida por Luís Bento dos Santos, Administrador do Banco Santander Totta, membro Fundador da Fundação CEBI, a tarde de 13 de outubro juntou largas centenas familiares e convidados em mais um surpreendente espetáculo. Com o tema “Que lugar para a Ciência” em destaque, a sessão contou ainda com as intervenções de António Castanho, Diretor do CJAV, de Ana Maria Lima, Presidente do Conselho de Administração e de Alberto Mesquita, Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira.

Colégio oferecerá Ensino Secundário no próximo Ano Letivo

Consciente da necessidade de formar uma geração capaz de enfrentar o futuro com coragem e determinação, e procurando “satisfazer as necessidades sentidas pelos Encarregados de Educação e pela Comunidade em geral”, durante a cerimónia, Ana Maria Lima comunicou que “já foi oportunamente lançado um Concurso Público para a realização do equipamento necessário ao funcionamento do Ensino Secundário”.

O anúncio, que tem um significado muito especial para o desenvolvimento do Projeto Educativo do Colégio da CEBI, promete “prosseguir o principal desafio da Fundação em otimizar e apostar constantemente na área da Educação, adequando-a às características do atual Sistema de Ensino Nacional”.    

Uma “Escola Curricular, Extracurricular” e até uma “Escola de Afetos”

Com “verdadeiras parcerias entre Docentes, famílias e alunos”, o Colégio José Álvaro Vidal inicia mais um Ano Letivo procurando “apropriar as suas práticas às características individuais de cada aluno, colocando os saberes ao serviço da construção da individualidade de cada um”. Foi António Castanho quem o referiu, deixando ainda claro que o CJAV tem mais do que uma dimensão académica: “trabalhamos para potenciar forças numa Escola Curricular, Extracurricular, e até numa Escola de Afetos”, referiu.

O Projeto Educativo Global foi considerado “de excelência” por Alberto Mesquita, que também discursou na cerimónia de Abertura do Ano Letivo da CEBI. O CJAV “cresceu, solidificou-se, saiu das paredes da Fundação e tornou-se uma referência no Concelho e fora dele”, garantiu o Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, confessando ainda que cada vez que visita a CEBI surpreende-se sempre “com a qualidade cultural e com a dimensão do espetáculo, que junta em palco tantas pessoas”. O Flash Mob, em versão de Canto, que antecedeu a cerimónia, interpretado por dezenas de alunos da Fundação, Professores e Colaboradores foi “o melhor que assisti nos últimos anos”.

A CEBI cresceu, “principalmente em qualidade”

Respondendo ao tema do triénio 2014/2017, “Ética e Ciência nos desafios do mundo atual”, a sessão de Abertura do Ano Letivo provou, mais uma vez, “que o Colégio se posiciona, em termos de reflexão, na vanguarda do nosso tempo”. Para Luís Bento dos Santos, que presidiu a cerimónia, o feito só é possível porque se ensina e aprende com prazer. E porquê? “Porque só o conhecimento vos dá asas para voar”, respondeu prontamente.

Relembrando que esta é “a hora de surfar a época digital” e acreditando que “as tecnologias favorecem o mérito”, o Administrador do Banco Santander Totta não quis deixar de alertar que, apesar da “ciência nos trazer um continuo desenvolvimento” e do “rigor, dos factos e das leis naturais serem muito importantes para atingirmos saltos qualitativos”, a verdade é que “nada conseguimos fazer se não atingirmos um equilíbrio dirigido pela ética, pelo carácter e pelos devidos valores”.

Mérito, Valor e Excelência “reforça identidade”

Depois das diversas intervenções, a cerimónia terminou homenageando “aqueles que se destacaram, quer pelas suas competências académicas, como pelo envolvimento nas diversas Atividades Extracurriculares, ou ainda pelo seu posicionamento perante os outros”. Era altura de Entregar os Diplomas aos alunos que figuraram nos Quadros de Mérito, de Valor e de Excelência no Ano Letivo 2014/2015 – um momento “sempre muito importante para representar e reforçar a identidade do nosso Colégio”, referiu António Castanho.

Dezenas de alunos subiram ao palco, partilhando certamente os desejos do Diretor do CJAV: “espero que este reconhecimento público sirva de motivação para todos os outros que estão agora a iniciar mais um Ano Escolar. Todos, mas mesmo todos, devem ambicionar esta distinção”.



VOLTAR