Previous Page  6 / 12 Next Page
Information
Show Menu
Previous Page 6 / 12 Next Page
Page Background

6

|

WWW.FCEBI.ORG

TEXTO

SARA CABRAL | NUNO LOPES

T

urmas prontas. Caracterizadas e organizadas. Países

“criados”para participar no jogo. Respetivas Identidades

construídas. Ecoam tambores: era sinal de partida. Os alu-

nos tinham, então, 90 minutos para completar oito desafios. Nos

Ministérios da Cultura, da Administração Interna, do Ambiente, da

Economia, da Educação, do Desporto, do Património e da Saúde,

os representantes de cada país foram desafiados a participar em

diversas tarefas, sobre as quais lhe era atribuída uma pontuação.

O objetivo? Conquistar direitos básicos para cada nação, através

de um regime cooperativo, tendo como base valores universais

como a justiça, a liberdade e a dignidade humana.

A dinâmica interturmas, inspirada no jogo de tabuleiro “The World

Peace Game”, decorreu em duas sessões distintas no dia 24 de

fevereiro, assinalando as comemorações do Carnaval deste ano,

no Colégio José Álvaro Vidal. Para a completarem, as turmas par-

ticipantes tiveram que a preparar previamente, escolhendo o país

COMEMORAÇÕES DE CARNAVAL

“THEWORLD

PEACE GAME”

NA FUNDAÇÃO CEBI

EDUCAÇÃO

| DESPERTAR CEBI

No interior da Sede das Nações Unidas, os alunos apresentaram as suas propostas