Com o objetivo principal de partilhar experiências, metodologias e estratégias que contribuam para a modernização e internacionalização do Colégio José Álvaro Vidal, quatro Docentes da Fundação CEBI participaram na primeira mobilidade entre parceiros do Projeto “Learn to Play and Play to Learn”. O encontro decorreu na Sicília, Itália, e contou com a presença de representantes de todos os países integrados no Projeto – Irlanda, Portugal, Grécia, Espanha, Itália e Islândia.

A mobilidade, prevista em todos os Projetos que decorrem no âmbito do Programa Europeu Erasmus+, realizou-se entre 6 e 12 de novembro e intercalou as diversas reuniões de trabalho e formação com a visita a Escolas locais e passeios históricos pela cidade. As Educadoras Esmeralda Marques e Fernanda Meira, juntamente com as Professoras de Inglês Patrícia Albuquerque e Andrea Aguiar, representaram a CEBI durante o encontro transnacional, partilhando “a oportunidade e o privilégio” de lecionar conteúdos junto de crianças italianas, de visitar os espaços escolares e de conhecer as particularidades curriculares do Sistema Educativo de Itália, nas valências do Pré-escolar e do 1º ciclo – “trabalhámos com muitas crianças, algumas tão iguais nas suas características mas outras muito diferentes das nossas”, confessaram. 

Estender a CEBI “além-fronteiras” e participar da “Aldeia Global”

Durante o encontro, o foco da aprendizagem não se centrou apenas no país anfitrião - Itália. Ao longo da semana, foi levado a cabo pela Equipa Irlandesa, um workshop sobre técnicas diretamente relacionadas com o Programa “Learn to Play More” – diretamente desenvolvido para aplicação no Pré-escolar, o Programa visa o ensino de vários conteúdos em Língua Inglesa, utilizando o movimento como veículo de aprendizagem. 

Para além disso, todos os participantes deste primeiro encontro tiveram ainda oportunidade de aprender a trabalhar com a plataforma “Scratch”. O Programa online, que será utilizado pelos alunos da CEBI ao longo do desenvolvimento do Projeto “Learn to Play and Play to Learn”, permite que os utilizadores façam a gestão das suas próprias estórias, jogos e animações interativas, partilhando as suas criações com a restante Comunidade online

A principal tónica da primeira mobilidade ficou clara: “há uma vontade imensa de aprender e crescer conjuntamente, de mostrar tradições e de reconhecer os diversos modos de vida europeus”. Para isso, é pretendido que haja um encontro e uma partilha de experiências e conhecimentos considerados imensuráveis.

E, no centro disto tudo, “ficam os nossos alunos, que se estendem para além-fronteiras e ganham a dimensão da, cada vez mais falada, Aldeia Global”.



VOLTAR