Numa sala cheia de ferramentas e materiais adequados, os estudantes preocupam-se apenas em levar a sua imaginação e vontade de trabalhar. É com este mote que funciona uma das novas atividades extracurriculares do Colégio José Álvaro Vidal (CJAV) - “Artes&Ofícios”. Em funcionamento desde o início de outubro, a atividade recebeu mais de 80 inscrições. Neste momento, cerca de 50 estudantes do 2º ciclo já beneficiam da atividade, dinamizada três vezes por semana por João Aragão, Professor de Educação Visual e Tecnológica – “noto-os muito motivados”, confessou.

Proporcionar contacto com novos materiais e experiências artísticas, aprender a manusear ferramentas específicas, conhecer as regras de segurança associadas ao manuseamento dos materiais de uma oficina de artes e promover a criatividade e imaginação são os principais objetivos da atividade. A ideia passa, também, por evolver os alunos num conjunto de Projetos diferenciados, que não têm necessariamente que estar agregados às metas curriculares das disciplinas – “temos liberdade para explorar criativamente recursos distintos daqueles que são introduzidos em Sala de Aula”.

Formação integral e realização pessoal dos alunos

Numa hora por semana, as atividades propostas são, em primeira instância, selecionadas pelo Professor. No entanto, todos os alunos participantes têm uma palavra a dizer sobre o trabalho a desenvolver, acrescentando positivamente os seus contributos. Neste primeiro trimestre a madeira foi a matéria prima escolhida. Os trabalhos a desenvolver foram inteiramente decididos pelos estudantes: primeiro optaram por criar um porta-chaves com a letra inicial do seu nome, depois o protótipo de uma figura humana em miniatura, que poderá vir a ganhar a forma de um paraquedista.

A gestão de um tempo com qualidade para os alunos, para além do período exclusivamente curricular, continua a revelar-se uma prioridade na organização do Projeto Educativo do Colégio José Álvaro Vidal. Com mais esta Atividade de Enriquecimento Curricular, exclusivamente orientada de acordo com os interesses dos alunos, proporcionam-se momentos de prazer e realização pessoal e até o despiste de vocações artísticas e desportivas. 

Desenvolver competências, partilhar saberes e propor caminhos para o futuro são os pontos-chave do complemento formativo do CJAV, onde o currículo dos estudantes se pretende o mais personalizado possível.

 



VOLTAR